terça-feira, 24 de novembro de 2009

- Flora Macaubense II -

Óleo sobre tela - 90 x 90cm - 2006
Para ampliar, clique na imagem
Este é o útimo trabalho da série feita em 2006 que venho postando aqui desde Rosa Amarela. Na verdade, algumas das pinturas de flores que fiz nesta época infelizmente acabaram ficando sem nenhum registro fotográfico, que eu acredito agora que foi em torno de mais 5 além das que eu postei aqui, sem contar as de outros temas.



Nesta pintura, mais uma vez eu busquei o lado regional da flora, o que eu julguei ser mais de acordo com o que tinha sido proposto. Aqui eu pintei numa tela maior (a maior da série), depois de observar que o público reagia melhor a telas maiores (inclusive o pintor, ao terminá-la). Apesar de parecer uma flor enorme (infelizmente a foto não está boa), é uma flor silvestre pequena. Por causa da cor forte, decidi que o melhor seria pintá-la com um fundo escuro, como se ela estivesse no seu habitat natural. Apesar do enquadramento estar bem próximo, esta não seguiu a linha de outras em que o close era fechado a ponto de torná-la abstrata. Como firmado no acordo, a tela foi vendida para um comércio local, que a revendeu pouco tempo depois.

No final, esta série serviu como uma espécie de laboratório, experimentando caminhos diferentes na arte do que eu normalmente sigo e foi bom como forma de avaliar os meus limites, avaliar se o caminho que eu sigo hoje é o que realmente me interessa, além do fator financeiro, que rendeu bons frutos na época, mas que não foi o suficiente para que eu entrasse de vez nesse tipo de pintura, como eu já havia comentado em posts anteriores. Com isso, vi que o tipo de pintura que me satisfaz é mesmo a que eu faço hoje e depois dessas telas todas de flores, fiquei um bom tempo sem sequer passar pela minha cabeça pintar mais flores... acho que fiquei um pouco enjoado, depois de tantas! (rs)

Nos próximos posts, também para desenjoar você leitores, pinturas mais recentes.


Licença Creative Commons
Flora Macaubense II de Eduardo Cambuí Junior é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Vedada a criação de obras derivativas 3.0 Unported.

3 comentários:

  1. Ficou muito bonita, Edu. Além da imagem da flor, passou-me a ideia de um candelabro, de um castiçal, com muita luminosidade.
    Quer dizer que virá novidade? Hummm. Vamos aguardar...
    Bjão

    ResponderExcluir
  2. Olá, Edú!
    Linda d+ esta flor dourada regional/um tanto alquímica
    Beleza Encanto e o Bom Humor de Sempre no encerramento deste "laboratório"
    "depois dessas telas todas de flores, fiquei um bom tempo sem sequer passar pela minha cabeça pintar mais flores... acho que fiquei um pouco enjoado, depois de tantas! (rs)"
    Parabéns, Artista
    Muito Obrigada
    Beijos e abraços
    Renata

    ResponderExcluir
  3. Olá artista, tua versatilidade é mesmo impressionante, ficou linda esta flor! Acredito que onde moras deve existir uma flora muito diversificada, pois é uma região belíssima.
    Parabéns pelo trabalho.
    Bom final de semna e grata pela visita.

    ResponderExcluir

Seu comentário será sempre bem-vindo. Assim que for possível, eu retorno!