quinta-feira, 20 de junho de 2013

- Crônicas Macaubenses - Corrupção -

Nanquim - 15 x 15 cm - 2012
Clique na imagem para ampliá-la
Quem tem acompanhado o "Arte por Parte" tem visto que eu tenho concentrado o foco na série de desenhos intitulada "Crônicas Macaubenses" e através deles, abordar as questões locais fazendo uma crítica aos costumes, além de um retrato da nossa atualidade. O propósito destes desenhos é refletir sobre certas posturas adotadas por aqui, que também não são de exclusividade do povo macaubense... muitas cidades do interior do país convivem com situações muito parecidas. A série já abordou a postura política, o paisagismo, a fofoca e hoje, tomando carona na onda de protestos que varre o país, vai abordar a corrupção.



Na minha concepção, o partido político é o que menos importa aqui... prova disso é o fato dos políticos brasileiros trocarem de siglas como quem troca de roupa. Não vai ser a troca de um partido que vai acabar com a corrupção. Assim como acontece com muitas cidades pequenas, Macaúbas passou muito tempo estagnada graças a falta de visão, comprometimento e falta de vontade política de alguns que já passaram pelo cargo de líder máximo municipal. Destacam-se aqueles que fazem um pouquinho a mais do que os outros... a maioria que faz algo bom, acabam vivendo às custas desse feito por anos e anos (e não estou falando apenas de Macaúbas). O que normalmente acontece é a concentração das atenções do político eleito para o seu próprio benefício. Primeiro ele "arruma" a sua vida, pra depois fazer alguma coisa, o que quase sempre se resume a manter as coisas funcionando, mas isso nem sempre acontece.

Atualmente, Macaúbas está vivendo um complicado processo de reformulação. O bom desempenho do antigo prefeito (que já cumpria seu segundo mandato) foi a maior força do candidato da situação e a oposição, marcada por ligações com escândalos do passado, não conseguiu se impor nas urnas e o candidato apoiado pelo ex-prefeito acabou sendo eleito. Mas mesmo tendo um pouco mais de 6 meses de governo, já existem muitas críticas à atual administração e muitos escândalos já tem surgido. Um destes foi a divulgação na internet (por algum descontente anônimo, obviamente) da folha de pagamento da prefeitura, o que colocou na vitrine as disparidades que vem acontecendo... pessoas recebendo sem trabalhar (algumas que nem residem na cidade); pessoas que mesmo exercendo a mesma função, tem uma diferença enorme de salário (conforme a conveniência da administração); parentes sendo favorecidos; enfim, são muitas irregularidades! As incoerências também estão presentes... Mesmo com Macaúbas tendo decretado estado de calamidade pública por conta das secas que assolam a região, o dinheiro público é gasto com coisas que poderiam ser evitadas, enquanto necessidades como limpeza pública e quitação de débitos com o comércio local são negligenciados. Outro ponto que merece ser destacado é a perda de uma parte significativa do território do município no fim da gestão passada e que acabou refletindo na atual gestão. Pois bem... tudo isto é um aperitivo para mostrar o quanto a coisa anda feia por aqui!

A imagem, que naturalmente é figurativa, mostra um bando de ratos roubando notas de cem reais, retiradas de um buraco (talvez dos cofres públicos) e estocadas no esgoto. Como é claro observar, o simbolismo permeia a imagem e pode ter diversas interpretações. Os ratos da imagem mostram um sorrateiro e bem organizado grupo que trabalha em conjunto visando a recompensa maior. Como acontece na maior parte do país, os escândalos das contas públicas do município tem revoltado as pessoas, mas não ainda a ponto de sair às ruas para cobrar explicações... pelo menos, não até hoje! No começo da tarde de hoje está programado uma manifestação pública contra a corrupção, algo que será muito válido se ocorrer sem a sombra de um partido político e sem violência. Sinceramente não sei o que esperar, se levarmos em conta que grande parte das pessoas tem ligação direta com a administração municipal. Aguardem cenas dos próximos capítulos!


Licença Creative Commons
Crônicas Macaubenses - Corrupção de Eduardo Cambuí Junior é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

2 comentários:

  1. Pois é, Edu, "a coisa anda feia" por aí, por aqui, por acolá, há muito e muitos anos! A diferença é que agora estamos podendo
    denunciá-la. O meu receio é que fique por isso mesmo, já que "essa coisa feia" tem raízes muito profundas, e por isso, necessita de escavações muito profundas também!

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Ci!

      Acho que todo mundo fica, no fundo, pensando em quanto tempo vai durar este despertar brasileiro. Este movimento atual se mostra um tanto desorientado porque o povo é inundado de informações, manipulações, desconhecimentos legais e políticos, enfim, é preciso muito ainda pra mudar de verdade alguma coisa neste país.

      Bjão!

      Excluir

Seu comentário será sempre bem-vindo. Assim que for possível, eu retorno!