quarta-feira, 12 de agosto de 2015

- Audrey Hepburn -

Lápis Dermatográfico - 20 x 30 cm - 2015
Clique na imagem para ampliá-la

Depois de ter feito "Homem de Lata" como uma maneira de melhorar meu desempenho no desenho de retratos e também melhorar na prática com o material, comecei a considerar a possibilidade de fazer uma série com retratos de artistas clássicos de Hollywood. A partir daí vieram outros como "Chaplin" e mais alguns que também deverão figurar por aqui periodicamente. A eleita deste post é a atriz Audrey Hepburn, sem dúvida um grande ícone de Hollywood.


O processo artístico

Diferente do que aconteceu com os outros desenhos que já publiquei aqui utilizando o mesmo material, neste eu resolvi não ficar apenas no lápis preto. Quando conheci o lápis dermatográfico há mais de 20 anos, até então eu não sabia que também tinha outras cores, porque eu só encontrava na cor preta. Só fui descobrir que tinha mais cores há poucos anos. Trabalhar com este material é bem interessante porque ele traz alguns desafios, como forçar com que o artista cometa o mínimo de erros, porque depois de feito, não tem como apagar.

Neste desenho incluí também o vermelho nos lábios da atriz buscando enfatizar ainda mais o contraste. Eu costumo dizer para os meus alunos (quando eventualmente eu abro cursos de pintura), que não há regras rígidas para a pintura, pois cada um tem o seu jeito particular de produzir, mas algumas dicas precisam ser levadas em conta até para facilitar a produção e uma delas foi o motivo de um pequeno erro que acabei cometendo neste desenho: sempre começar o trabalho pela cor mais clara e terminar com a mais escura, porque é mais fácil consertar algum eventual erro no tom mais claro do que no mais escuro. É uma dica muito útil! O erro em questão aconteceu na hora de aplicar o lápis vermelho nos lábios... como eu já tinha dado antes uma leve sombra com o lápis preto, julgando que não faria tanta diferença, na hora que o vermelho passou por cima acabou escurecendo o tom mais do que eu pretendia. Mas, ainda bem, não foi um erro que comprometeu o resultado final.

Referência

Audrey Hepburn é reconhecidamente uma das grandes atrizes de Hollywood. Confesso que não vi muitos filmes de Audrey Hepburn (que eu me lembre agora, acho que foram apenas três), mas é impossível não notar a sua elegância, que é algo que eu acho que não é fácil encontrar hoje em dia, mesmo entre os atores atuais.

É claro que um papel marcante ou um tipo de personagens que o ator desempenhou contribui muito para que esta impressão fique marcada nas pessoas sobre a figura do artista, mas acho que esta elegância que eu tanto falo aqui é perceptível além das suas atuações.

A Obra

O resultado ficou muito bom, sobretudo na parte superior. A parte mais clara do desenho foi na verdade o maior desafio deste trabalho, porque qualquer mínimo risco a mais ou uma pressão um pouquinho maior da mão faz muita diferença no final e acho que na parte da musculatura do ombro acabou ficando um pouco estranho, mas no geral, o desenho ficou muito bom. A pose da atriz também foi um dificultador considerável na hora do desenho, mas tudo saiu bem no final.



Licença Creative Commons
"Audrey Hepburn" de Eduardo Cambuí Junior está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.

3 comentários:

  1. Muito bom, Edu, percebe-se o quanto estás ficando cada vez melhor a cada desenho que fazes. Parabéns!

    Um beijão

    P.S.: encontrei o lápis dermatográfico por aqui, mas achei muito caro :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ci! Obrigado... o ideal é melhorar sempre. O lápis dermatográfico realmente tem o preço salgado, mas o resultado dele é recompensador.

      Valeu!

      Excluir
  2. E aí, galera, tudo na mais perfeita desordem?
    Depois de anos de hibernação, resolvi reativar o Plano Z, dessa vez com uma proposta um pouco diferente, meio que mixando o que eu fazia n’O Pântano Elétrico com a natureza mais light do PZ, ou seja, continuarei postando discos pra galera baixar, mas a postagem deverá ter um texto mais curto e direto do que eu costumava escrever lá no Pântano. Também pretendo não focar somente nos discos, postando o que der veneta, seja lá o que isso significa... rsrs
    Sendo assim, então, aqui está o convite para um passeio pelo Plano Z, para conferir as novas postagens. A gente se esbarra por lá.
    Grande abraço!
    Valeu!
    PS: é, é uma mensagem "genérica", mas em breve deverei retornar aqui, OK?

    ResponderExcluir

Seu comentário será sempre bem-vindo. Assim que for possível, eu retorno!