terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

- Praça Imaculada Conceição -

Acrílico sobre tela - díptico (20 x 20 cm; 15 x 20 cm) - 2011
Para ampliar, clique na imagem

Há algum tempo atrás, decidi fazer uma série de pequenas telas tendo como foco alguns pontos marcantes da cidade de Macaúbas/BA, como já foram aqui mostradas anteriormente, e hoje esta série se encerra (pelo menos, por enquanto) com a reprodução da praça Matriz da cidade. Neste caso, resolvi fazer um díptico (pintura composta por duas partes, que antigamente eram pintadas em tábulas).

A Praça Nossa Senhora da Imaculada Conceição, marco zero da cidade de Macaúbas, é também o ponto de encontro dos macaubenses nos finais de semana... muitas gerações se encontraram na praça para conversar, namorar, se divertir e continua assim até hoje, ainda que de uma forma menos centralizada.

Na sua última grande reforma, a praça ganhou mais espaço, incorporou a igreja matriz, ganhou uma fonte onde ergue-se uma grande pedra de mármore azul extraído das serras que a cercam, entre outros pequenos detalhes que a tornaram mais bonita. Por sua vez, essa reforma não conseguiu tornar a praça mais funcional, sem considerar o grande movimento de pessoas nas principais datas do seu calendário, além de não conseguir atender satisfatoriamente quem a visita nos finais de semana, o que aos poucos fez com que as pessoas se espalhassem, o que não é de todo mal. De qualquer forma, nem por isso a Praça Imaculada Conceição deixou de ser movimentada e nos finais de semana, ela ainda é o ponto de concentração da juventude da cidade.

Realmente o macaubense parece gostar demais desta praça... foi muito curioso perceber o quanto o macaubense estava visivelmente deslocado na época da reforma, quando a administração pública cercou toda a praça com placas de madeirite durante a sua reformulação, que durou uns bons meses. No momento da retirada destas placas, a prefeitura contou com a ajuda de inúmeros voluntários, que o fizeram em muito pouco tempo.

Sobre a pintura, apesar de pequena, deu um trabalho danado por conta dos detalhes. Houve alguns pequenos erros no desenho, como a posição de uma das traves da quadra, mas o resultado ficou legal, principalmente na parte que mostra a copa do ipê. Alguns detalhes foram pintados quase instintivamente, como aconteceu como o monumento de mármore azul no centro da fonte... não fiz esboços e praticamente nas primeiras pinceladas a essência da pedra já estava formada.

Observando agora a pintura com mais atenção, acho que é muito conveniente falar um pouco da igreja matriz. A cidade de Macaúbas vem se desenvolvendo ao longo dos anos, mas até hoje a igreja ainda mantem o seu papel marcante no dia-a-dia local, informando através do seu alto falante notas de falecimento, informando a hora certa no badalar do sino da torre, informando sobre a programação católica (mesmo com o crescimento de outras religiões), enfim, é uma cidade que mesmo vislumbrando o progresso, preserva através de seus costumes a tão famosa pacata vida do interior.

Licença Creative Commons
Praça Imaculada Conceição de Eduardo Cambuí Junior é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Vedada a criação de obras derivativas 3.0 Unported.

5 comentários:

  1. Gente, mas eu tenho que conhecer Macaúbas!
    Já falei e vou repetir, Edu:
    VOCÊ É UM MESTRE!
    Tudo lindo demais...
    Abraçando você e todos os macaubenses!!!

    ResponderExcluir
  2. Acho que eu também farei parte dessa "caravana de Vanuza. (ahahaha) pq essa cidade é muito linda, pelo menos é a impressão que tenho tido
    através de tuas telas!
    Vê se não toma mais aquele "chá de sumiço", hein Edu!

    beijo

    ResponderExcluir
  3. edu, meu malcriado amigo...
    um belo quadro divulgando tua cidade... claro, além de teu texto que nos dá a nítida descrição dos costumes de Macaúbas...

    beijos em teu coração...

    ResponderExcluir
  4. Esse azulzinho da Igreja, do céu, da fonte...onde o encontraste?
    Tudo aqui nos transporta a um clima de paz, tranquilidade...
    Ótima quinta-feira, amigo!!!

    ResponderExcluir
  5. Isso eh Macaúbas. Isso eh Eduardo Cambui!
    Parabens pelo trablho!

    ResponderExcluir

Seu comentário será sempre bem-vindo. Assim que for possível, eu retorno!